Pra escapar do cerco!



Pra falar de coisas boas, positivas e satisfatórias. Evitar polêmicas e discussões que, por aqui, nada resolvem, nesta publicação daremos destaque pra algo de bom que a temporada da tainha em Santa Catarina nos possibilita. A obrigação de levantar o traseiro e procurar opções de boas ondas em picos diferentes do quintal de casa.
Costumo ser “preguiçoso” na busca de ondas aqui na Ilha. Tenho as minhas preferências, ondas que dediquei bastante tempo e que por este motivo conheço e aproveito melhor. Mas, essa p…, opa, desculpas, sem polêmicas…mas, a temporada de pesca da tainha limita bastante o tempo de diversão aqui na frente de casa e pra escapar do cerco dos pescadores, só correndo atrás de outros picos.
Por este motivo, na última semana peguei ondas em bancadas que quase nunca vou. Foi bom pra caramba! Acabei nos lugares mais convencionais do leste e sul da Ilha, entre eles a praia da Joaquina e o Morro das Pedras, pra citar os mais conhecidos.
            Pegar ondas diferentes do habitual exige um pouco mais de concentração pra decifrar e entender as linhas que a parede oferece, isso ajuda a evoluir. Ainda mais quando quem tá junto tem toda a base. Um obrigado aos amigos!
            O vídeo desta publicação foi gravado pelo Bruno Bragança, com uma máquina amadora mesmo, num dia irado no Morro das Pedras, sul da Ilha de Santa Catarina junto dos amigos Dyogo Pegado, Luciano Souza, Rodrigo Rocha, Rafaela Cardoso, Nalu Rocha e Daiane Kessler.
            “Altos dia” raça!!!



Foto da publicação: Rodrigo Amorim.