Mares e Lugares na biblioteca comunitária da Univali de Balneário Camboriú

IMG_5020

ChristianHerzogALTA02

 

Biblioteca (do grego βιβλιοϑήκη, composto de βιβλίον, “livro”, e ϑήκη “depósito”), na definição tradicional do termo, é um espaço físico em que se guardam livros. De maneira mais abrangente, biblioteca é todo espaço (concreto, virtual ou híbrido) destinado a uma coleção de informações de quaisquer tipos, sejam escritas em folhas de papel (monografias, enciclopédias, dicionários, manuais, etc) ou ainda digitalizadas e armazenadas em outros tipos de materiais, tais como CD, fitas, VHS, DVD e bancos de dados. Revistas e jornais também são colecionados e armazenados especialmente em uma hemeroteca.

Esta definição foi encontrada no seguinte link:

http://www.slinestorsantos.seed.pr.gov.br/redeescola/escolas/11/2590/17/arquivos/File/Biblioteca/bibliotecaorigem.htm

 

Sobre a história das bibliotecas, estes links tem textos bem acessíveis e interessantes:

http://revistagalileu.globo.com/Galileu/0,6993,ECT917065-1719-4,00.html

http://www.slinestorsantos.seed.pr.gov.br/redeescola/escolas/11/2590/17/arquivos/File/Biblioteca/bibliotecaorigem.htm

 

Fato é que as bibliotecas são um produto da história humana, baseada nas necessidades das civilizações no decorrer dos anos. Motivo para discórdias e aperfeiçoamentos, também como ferramenta para contarmos nossa trajetória e desenvolvermos nossas capacidades como sociedade. Públicas ou privadas, passaram e seguirão passando por percalços e evoluções no decorrer das nossas vidas.

A importância dessas instituições para o desenvolvimento do ser humano é imprescindível e no caso das públicas o conhecimento fica ao nosso alcance sem custos. A história em forma de estudos, memórias, teses ou qualquer que seja sua identidade é riqueza! Essa prosperidade deve ser compartilhada!

Desde que me lembro sentia e sinto uma urge de vida, de viver experiências e aprender. Essa ansiedade me colocou em muita roubada, mas também tenho algumas pérolas realizadas por causa disso.

Ainda adolescente, quase na idade adulta, fui morar na Califórnia e logo em seguida no Havaí. Na época, início dos anos dois mil, a internet era discada e artigo de luxo. Talvez, algum amigo me falou ou descobri por acaso que as bibliotecas públicas das cidades e universidades norte americanas tinham acesso à computadores gratuitamente, bastava um cadastro e uma senha de usuário. Os e-mails começavam a ser uma ótima ferramenta de comunicação para matar a saudade dos amigos e da família. Encontrei refúgio naquelas bibliotecas.

Cada pessoa podia usar o computador por uma hora, liberando a máquina para outro usuário e retirando uma nova senha para voltar depois. Devido a frequência que visitava aqueles prédios públicos cheios de livros e informações minha fluência no inglês teve um grande crescimento. Comecei a ler na língua local, primeiramente bibliografias de grandes personalidades, posteriormente qualquer assunto que me interessava no momento.

Na época, trabalhar com qualquer coisa que propiciasse mais tempo dentro da água era meu único pensamento. Por isso, as bibliotecas universitárias me ajudaram a manter contato com pessoas da mesma idade que tinha e até hoje tenho o cartão da biblioteca comunitária da ilha de Kauai, no Havaí.

Hoje, em mais uma ciranda da vida, tenho a enorme satisfação de convidá-los a dar uma olhada na exposição Mares e Lugares na biblioteca comunitária da Univali de Balneário Camboriú. Aberta ao publico e à comunidade acadêmica de segunda à sexta das 8h às 22h e sábados das 9h às 13h, está localizada na 5ª Avenida, nº 1.100, próxima a BR-101.

Sejam bem vindos!!!

IMG_5022

IMG_5038

TayranMuniz06ALTA

TayranMuniz09ALTA

Fotos nesta publicação: André Carvalho, Christian Herzog e Tayran Muniz. Todos os direitos reservados.