Contos de uma ondulação.

Bowl. Foto Christian Herzog

Fui mão de obra barata pra muita gente no Havaí entre 2001 e 2004, mas dois chefes que tive por lá influenciaram bastante minha vida profissional. Com eles, nossas jornadas de labuta eram pautadas de acordo com as condições do mar. Pegávamos pesado enquanto as ondas não estavam boas. Porém, se as previsões apontassem uma ondulação, tínhamos dias de folga ou meio período pra aproveitarmos as bancadas que estivessem funcionando ao redor da Ilha de Kauai. A cultura local e a realidade econômica do país permitiam este tipo de prática naquelas empresas.

Estes chefes se tornaram amigos e também meus ídolos. Lembro que observava seu jeito de viver e imaginava construir uma realidade parecida pra mim. Um deles tinha seus 55 anos e outro beirava os 40. Ambos tinham uma história de vida dedicada ao mar e me mostraram que era algo natural pegar onda em horário comercial. Parar no meio da semana para surfar fazia parte do cotidiano, afinal, sabia-se lá quando as condições estariam boas!

Quando retornei ao sul do Brasil tive problemas na readaptação. A realidade que encontrei era muito diferente! Os anos passaram e, como um burrico atrás da cenoura presa em uma vara em frente ao rosto, persigo aquele ideal de poder aproveitar bem as ondulações quando elas acontecem.

As vezes rola, muitas vezes não. Entretanto na última semana “deu liga” e abaixo segue uma mini agenda do que aconteceu comigo em Floripa naquela ondulação alucinante que varreu o Atlântico Sul no fim de outubro.

A.C.Sul de Floripa. Foto Christian Herzog.1

A.C.Sul de Floripa. Foto Christian Herzog.2

Terça, dia 25/10

6h – Quedinha rápida na frente de casa antes do trabalho.

9h – Semana puxada na produtora Incentive (www.seja.in), entrega de relatório trimestral das ações sócio ambientais do projeto Écom.vc (www.ecom.vc). PAULEIRA!!!

19h Fim do dia, começa um alvoroço nos grupos de whatsapp que faço parte, tem uma “bomba” à caminho!

 

Quarta, 26/10

6h – Trampo, trampo e trampo!!!

17h – Gurizada avisa nos grupos que tem altas ondas perto de casa.

Dou um tempo na labuta e faço a cabeça em ondas divertidas com alguns amigos.

 

Quinta, 27/10.

6h até as 23h – Segue o trampo.

10h – Sites de previsão confirmam a ondulação.

20h – Meu irmão que mora no Uruguai e pega onda avisa que o “bicho tá pegando” na banda oriental! Me manda um vídeo que recebeu onde as ondas avançam sobre carros e ônibus em Montevideo. Detalhe, a cidade é banhada pelo Mar del Plata, que não é oceano aberto!!!

A.C.Sul de Floripa. Frame Rafael Saccamori.1

Sexta, 28/10

- 7h – ALTAS ONDAS NA ILHA!!! A L T A S ! ! !

- 10h – Trampo

- 12h – Vídeos que mostram a força da ondulação em RS e SC “pipocam” nos celulares! O mar avança sobre calçadões e plataformas. Impressionante!

- 17h – Entregamos o relatório! Um grande feito para nós na produtora!

- 18h – Aula de francês na Aliança Francesa de Florianópolis (Tahiti é o objetivo, mas França Continental passa pela cabeça…).

- 0h – Recebo vídeos de amigos do RJ que mostram que a ondulação chegou com a mesma força por lá!

 

A.C.Sul de Floripa. Foto Guel Varalla.0

A.C.Sul de Floripa. Foto Guel Varalla.1

Sábado, 28/10

- 9h – Mar balançado e divertido, ondas seguem com força acompanhadas do vento.

 

Domingo, 29/10

- 10h até as 21h – Pico alternativo com os amigos.

Dia irado de rato de praia!

A.C.Sul de Floripa. Foto Marcio David.1

A.C.Sul de Floripa. Foto Marcio David.2

A.C.Sul de Floripa. Foto Marcio David.3

A.C.Sul de Floripa. Foto Marcio David.4

Segunda, 30/10

- 8h – Viagem a trabalho para as regiões norte e nordeste do Brasil.

- 17h queda em Ponta Negra, Natal/RN.

 

Mesmo com o preparo físico comprometido devido ao volume de trabalho do projeto Écom.vc, guardo na memória meia dúzia de tubos e umas poucas manobras bem executadas nessa ondulação. Além, é claro, de uns tantos “canudos” que morri dentro, tubos “animais” de outras pessoas vistos “de camarote”, muitas boas risadas e a parceria dos amigos. Sinto as energias recarregadas para seguir com força e boa vontade a loucura e os desafios do dia a dia.

Obrigado aos deuses do mar!

Peak. Foto Christian Herzog

Obs 1: texto escrito de frente pro mar na Praia da Pipa/RN, tem altas aqui hoje!!!

Obs 2: publicação no blog realizada em Itacaré na Bahia, mar pequeno e divertido nas bancadas baianas.

Fotos desta publicação: Christian Herzog, Guel Varalla, Rafael Saccamori e Marcio David.